Banco Central: Como sacar dinheiro esquecido

Quer sacar dinheiro esquecido mas não sabe o que é preciso fazer? O Banco Central criou um site justamente com esse fim, facilitando o procedimento para todos que possuem algum valor a ser resgatado. O levantamento que foi feito mostra que o valor já ultrapassa os 4 bilhões, tendo como destino mais de 28 milhões de pessoas.

Abaixo, explicaremos o que é o Banco Central, o por que desse dinheiro está sendo liberado e como sacar seu dinheiro esquecido. Confira.

Banco Central

O Banco Central é aquele responsável por garantir que o lado financeiro do país esteja estável. Ele pode ser independente, mas também pode estar ligado ao Estado. No geral, sua função é fazer o gerenciamento da economia, analisando o poder de compra da moeda local e tudo que envolva esse lado financeiro.

No Brasil, é conhecido como Banco Central do Brasil, e oferece alguns serviços ao cidadão brasileiro, como: ranking de Instituições por Índice de Reclamações; emissão de certidão negativa do Banco Central e a calculadora cidadão. 

Como sacar dinheiro esquecido?

Recentemente, o Banco Central informou que seria possível realizar uma consulta para verificar se havia algum valor esquecido para ser resgatado. 

Com isso, vários cidadãos fizeram a checagem e, quem encontrou algum valor na conta, tem o direito de fazer a solicitação para recebê-lo.

O resgate já está podendo ser feito (liberado no dia 7 de março de 2022), mas ainda é possível fazer a consulta para verificar se você possui algum valor esquecido ou não.

Para facilitar o processo, foi feita uma separação por data de nascimento (em caso de pessoa física) e data de fundação/criação (em caso de pessoa jurídica).

Aqueles que nasceram ou criaram uma empresa antes de 1968 podem fazer a solicitação de retirada entre o dia 7 de março até o dia 11 de março de 2022. Caso percam a data, terão direito a repescagem no dia 12 de março.

Os que nasceram ou criaram uma empresa entre 1968 e 1983 precisarão fazer o agendamento entre o dia 14 de março até o dia 18 de março de 2022. A repescagem para essa faixa será no dia 19 de março.

Os demais, ou seja, aqueles que nasceram ou criaram uma empresa após 1983, precisarão fazer o agendamento entre o dia 21 de março até o dia 25 de março de 2022. A repescagem será no dia 26 de março.

Ao perder até mesmo a data de repescagem, o cidadão precisará esperar a finalização de todas as etapas para realizar uma nova solicitação.

No período de solicitação também será possível fazer a consulta de saldo, portanto se você ainda não verificou se há valores a receber essa é sua chance.

Para realizar o saque, você precisará entrar no site criado pelo Banco Central e fazer login com a conta do Gov.br. Todo cidadão brasileiro possui uma conta do Governo Federal, o que facilita o processo.

Atenção: só poderá ser feito o saque se a sua conta do Gov.br. possuir os níveis de segurança solicitados. São eles: prata ou ouro, que separam os níveis de acessos disponíveis ao cidadão.

É uma forma de garantir que apenas o dono da conta consiga ter acesso ao valor.

Quando é feito o depósito do valor solicitado?

Tendo feito a solicitação do dinheiro que você tem direito de resgatar, é aconselhável esperar até 12 (doze) dias úteis. Esse é o período máximo que o responsável pela transferência terá para depositar o valor.

No caso de transferência via PIX, o processo deverá ser agilizado e ter uma previsão menor de espera. Em caso de dúvidas, o aconselhável é consultar a instituição financeira responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Buscando a melhor opção…

0

Rolar para cima