Calculando o Lucro Prescrito Brasileiro

Uma das considerações mais fundamentais para os investidores é se eles estão assumindo algum lucro em suas transações. Se você está se perguntando do que estou falando, aqui vai uma dica. Cada vez que você compra ou vende diretamente suas ações favoritas, a empresa que você está comprando (ou vendendo) assume uma porcentagem do preço de compra inicial como sua receita bruta presumida. O objetivo de calcular um lucro bruto presumido é garantir que você não duplique o comércio gastando muito dinheiro de uma só vez ou incorrendo desnecessariamente em dívidas de cartão de crédito que podem prejudicá-lo no futuro.

Como calcular o lucro presumido e o lucro real? Simplesmente, simplesmente, não há como saber exatamente quanto você vai ganhar sem saber a definição de ambos os termos. Para ser totalmente honesto, eu também não sei! Nunca vi um investidor que fosse calculista o suficiente para se dar um lucro calculado. Mas os investidores que são calculistas o suficiente para entender a diferença entre contribuição social e lucro antes dos impostos são muito mais bem-sucedidos em seus investimentos.

O lucro antes dos impostos refere-se a qualquer lucro bruto não sujeito a impostos.

A forma de calcular o lucro presumido consiste em aplicar o pressuposto de tributação que é utilizado em todas as transações de forma socialmente justa, aplicando a alíquota do imposto aplicável às transações em causa. Simplificando, quanto melhores os fluxos comerciais, maior deve ser o lucro antes dos impostos. Como regra geral, o montante antes dos impostos é menor se o estoque for comprado mais barato e vendido mais alto. A ideia é dar a impressão de que a transação está rendendo algum dinheiro ao investidor, quando na verdade pode estar rendendo nada. É por isso que digo que os investidores devem ter cuidado para não dobrar o comércio, comprando coisas que podem estar sujeitas a impostos e depois vendê-las novamente a preços mais elevados para aproveitar o diferimento do imposto.

A segunda etapa é calcular a quantidade de valor percebido do estoque em consideração. Em outras palavras, calculo a renda bruta assumindo o lucro presumido. A renda bruta é então dividida pelo preço de mercado atual da ação para obter o lucro presumido. A assunção de impostos facilita esse cálculo. No entanto, você ainda precisa aplicar o mesmo princípio da primeira etapa: se o preço da ação aumentar, você deve subtrair o lucro presumido de sua renda bruta para obter o valor verdadeiro.

Muitas pessoas acreditam que é errado subtrair o lucro presumido da receita bruta para reduzir a receita tributável.

No entanto, o oposto é realmente verdadeiro. Ao deduzir o lucro presumido, você pode aumentar sua renda tributável. Isso ocorre porque o regime tributário é projetado para favorecer grandes corporações com itens de grande valor, como patentes ou aquisições corporativas.

A segunda coisa a fazer é olhar para a diferença entre o valor dos lucros e a contribuição social nos termos da legislação tributária brasileira. A contribuição social refere-se ao valor da receita que sobra após a contabilização do custo de produção. Os lucros são o ativo subjacente no negócio e, portanto, são tributáveis. A diferença é que, na maioria dos casos, não há alienação ou aquisição efetiva, deixando os ativos tributados a serem repassados às gerações seguintes, sem a correspondente redução do lucro tributável.

A terceira etapa é analisar as diferenças na avaliação dos ativos e na assunção de impostos. A diferença entre os preços é a diferença entre o preço de um produto no Brasil e o preço nos Estados Unidos. Isso pode ser feito aplicando-se a técnica de depreciação econômica em que o valor presente dos ativos de uma entidade é igual ao ganho total esperado ao longo do tempo. Usando a técnica BICX, uma calculadora pode ser usada para determinar a taxa de tributação implícita para empresas e indivíduos.

Essas técnicas são muito úteis, pois há situações em que o método do lucro presumido resulta em uma avaliação significativamente diferente dos valores reais do lucro. Por exemplo, a legislação tributária brasileira permite uma dedução de vinte por cento sobre o valor dos ativos estrangeiros do investimento estrangeiro direto de uma empresa. A legislação tributária brasileira especifica que apenas os lucros atribuíveis ao uso efetivo dos recursos adquiridos são dedutíveis. Isso significa que, no cálculo do lucro presumido brasileiro, todos os custos de produção são desconsiderados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *