Como o PIS é adquirido? Saiba as novas normas

A tributação das empresas é uma questão importante que as empresas precisam entender sobre o PIS. A questão do lucro presumido pode ajudar as empresas a decidir como calcular seus impostos anuais. A tributação das empresas é um assunto complexo; portanto, é importante buscar a ajuda profissional de contadores públicos credenciados (CPAs), ou agentes registrados, que sejam bem versados em tributação, especialmente tributação de empresas. Eles podem ajudá-lo a entender os regulamentos tributários comerciais e as dúvidas que você possa ter em relação às obrigações fiscais de sua empresa.

Impostos sobre lucros presumidos: em geral, as empresas precisam pagar impostos dependendo de seus lucros brutos. Por meio do método da margem de lucro presumido, os impostos sobre as empresas devem ser pagos apenas em uma base anual, dependendo da receita anual da entidade, após a aplicação de taxas de lucro presumido, como 8 por cento para imposto de renda (IPRJ) e 12 por cento para social contribuição (CSIL). O método de cálculo da margem de lucro presumido é baseado em princípios contábeis e visa fornecer as diretrizes necessárias para garantir que a obrigação tributária das empresas seja calculada corretamente. O contador ou contador público certificado fornece insumos ou informações para a administração da empresa em todas as áreas onde as deduções podem ser feitas. Eles também podem aconselhar sobre quais programas de benefícios fiscais podem ser aproveitados pela empresa.

Sistema real de computação: Existem diferentes formas de calcular o passivo tributário sobre o patrimônio e o patrimônio líquido da organização.

Um é o sistema real de computação em que os valores reais são geralmente usados para calcular o imposto a pagar sobre seus ativos. O outro é o sistema de base de custo, segundo o qual o valor dos ativos é geralmente menor que o valor dos passivos. O sistema real normalmente fornece resultados precisos. Por outro lado, o sistema de base de custos dá o resultado como se o valor bruto do ativo fosse igual ao valor bruto do passivo, menos a dedução do imposto sobre as sociedades. De acordo com esse método de cálculo de obrigações fiscais, geralmente é aconselhável usar o sistema real.

O Sistema Tributário Brasileiro: O sistema tributário brasileiro fornece várias deduções. Permite que as empresas multinacionais deduzam os custos laborais que estão relacionados com o desempenho dos trabalhadores no país de operação. Além disso, a empresa também pode deduzir despesas relacionadas com viagens a outros países e despesas incorridas pelo estabelecimento permanente ou pelas filiais estrangeiras. Além disso, a empresa também pode deduzir despesas incorridas com cursos de treinamento e seminários. Estes são chamados de impostos comerciais e não são considerados impostos pessoais.

Imposto de Renda Passivo: Esses tipos de imposto de renda geralmente são cobrados das pessoas que ganham com o uso de sua propriedade e / ou recursos. Exemplos são os impostos sobre a renda que incidem sobre as rendas de aluguel, royalties, renda obtida por meio de investimentos, renda obtida por meio de heranças e juros passivos. Normalmente, esses tipos de impostos são cobrados sobre ativos comerciais e ativos não comerciais. Consequentemente, se houver receita com a venda ou transferência de ativos de ou para o exterior, ela é considerada como imposto de renda passivo. No entanto, o termo renda passiva é muito geral e pode ser aplicável a uma ampla gama de circunstâncias.

Isenção de impostos para empresas: Existem vários tipos de regimes de isenção de impostos que são impostos a empresas e pessoas físicas no Brasil.

Essas isenções fiscais geralmente são concedidas durante os períodos de expansão econômica. Além disso, a taxa de tributação sobre os lucros das empresas é mais elevada do que sobre outros tipos de negócios. No entanto, existem algumas exceções ao princípio geral de tributação e algumas isenções fiscais são especificamente concebidas para empresas específicas.

Benefícios de impostos corporativos: uma vantagem muito importante desse método é que ele não tem limites para o imposto corporativo que pode ser cobrado de uma empresa. Isso significa que uma empresa pode ter uma vantagem sobre seus concorrentes se o método de tributação das empresas for implementado em uma base anual. Com o sistema presumido, há apenas um pagamento que precisa ser feito ao governo, em vez de pagar impostos com base nos rendimentos. Consequentemente, também não há necessidade de fazer pagamentos trimestrais. Na maioria dos casos, as empresas têm seus impostos sobre negócios deduzidos de sua demonstração de resultados sempre que obtêm lucro.

Contribuição social para a comunidade: O governo brasileiro sempre defendeu que um alto grau de tributação deveria ser cobrado sobre as empresas que têm grandes proporções de receitas reservadas para a comunidade, mas que não contribuem para a manutenção dos serviços públicos básicos. Conseqüentemente, sob o sistema presumido, todas essas empresas seriam obrigadas a pagar impostos com base nos custos reais incorridos com bens de capital e serviços prestados à comunidade. No entanto, a empresa deve garantir que pelo menos 30% do seu custo total incorrido durante o ano realmente pague as contribuições sociais. A empresa também deve contribuir para a manutenção de equipamentos de educação e saúde e para a construção e desenvolvimento de centros urbanos. Existem também alguns fundos de previdência que são administrados por meio da contribuição social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *