Veja como o grêmio foi melhor nas finanças em meio a pandemia do que o flamengo e o palmeiras

Sabia que o grêmio foi melhor nas finanças em meio a pandemia do que o flamengo e o palmeiras?

Isso porque estão sendo publicados os balanços financeiros de 2020 dos clubes de futebol do Brasil.

E o grêmio, mesmo com a pandemia, que afetou e afeta a todos, superou o flamengo e o palmeiras, os times mais ricos do Brasil.

Finanças

Finanças é o gerenciamento de dinheiro, principalmente em relação a empresas, organizações ou governos.

Especificamente, ele lida com as questões de como um indivíduo, empresa ou governo adquire o dinheiro necessário – chamado capital no contexto da empresa – e como eles gastam ou investem esse dinheiro.

Finanças são, então, geralmente divididas pelas seguintes categorias principais: finanças corporativas, finanças pessoais e finanças públicas.

Veja como o grêmio foi melhor nas finanças na pandemia do que o flamengo e o palmeiras

Para você ter uma ideia, o balanço do grêmio de 2020 revelou um superávit de R$ 37,5 milhões e uma receita de cerca  R$ 500 milhões, bem próxima a do ano anterior.

E esse número foi produzido em meio a pandemia do covid-19 em que todos os clubes basicamente sofreram nas finanças.

Como por exemplo: o flamengo e o palmeiras, que fecharam  ano com prejuízo em suas contas.

Saiba porque as finanças dos clubes foram tão afetadas, mesmo as dos campeões do brasileiro e da libertadores:

  • Primeiro eles não tinham a renda de match day, com a bilheteria zerada e os sócios torcedores em queda;
  • Uma parte das rendas de TV foi transferida para 2021 porque a temporada foi estendida;
  • Também ocorreu a queda de patrocínios e no volume de vendas de jogadores.

E mesmo em meio a esse cenário, o grêmio obteve receita de R$ 489 milhões, o que representa praticamente uma estabilidade em relação ao ano de 2019.

E desde o começo da pandemia, a diretoria do grêmio fez um plano de contingencia de crise que transferiu determinadas contas para 2021. 

Outro fator foi conseguir manter a maior parte dos sócios-torcedores com outros benefícios além da venda de ingressos.

E por isso, que a receita de sócios do grêmio caiu de r$ 82,7 milhões para R$ 70,6 milhões. Isso que dizer que houve uma queda de pouco mais de 10% na arrecadação.

Veja os motivos do grêmio ir melhor nas finanças na pandemia do que o flamengo e o palmeiras

 

O grêmio por fim, ele já não teve renda de bilheteria, pois, a renda da bilheteria, que fica com o administrador da arena, isto que dizer não teve perda neste item.

Em comparação com o flamengo que viu o seu sócio torcedor cair para menos da metade de 2019 e perdeu quase toda a bilheteria do ano. 

Que no total, deixou de ganhar R$200 milhões nestes itens.

Já o palmeiras tinha também uma receita de bilheteria em torno de R$100 milhões anual, e os ingressos alavancaram o Avanti.

O flamengo ainda sofreu com as eliminações precoces na copa do Brasil e também na libertadores. A agremiação do flamengo fechou com prejuízo de R$ 100 milhões no ano passado.

O palmeiras por sua vez compensou parte das perdas com os dois títulos que dão os maiores prêmios na temporada.

Que a soma ultrapassa de R$ 200 milhões, mas, a maior parte do dinheiro só entrou em 2021, tendo déficit de R$ 151 milhões.

Saiba que outro fator que foi a favor do grêmio é que suas despesas com o futebol se mantem estáveis e bem abaixo dos dois rivais.

Tendo um gasto total de R$ 310 milhões com atividade esportiva, do custo do futebol em geral.

Leia Também:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Buscando a melhor opção…

0

Rolar para cima